quarta-feira, 1 de junho de 2016

Aneel decide que conta de luz seguirá sem cobrança extra em junho

Aneel decide que conta de luz seguirá sem cobrança extra em junho
consumidores brasileiros em junho será verde, o que significa que não haverá cobrança adicional. A decisão foi tomada na reunião semanal da diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), realizada nesta terça-feira.
Segundo a agência, as boas chuvas no início do ano, que recuperaram os reservatórios das hidrelétricas, a redução da oferta e a entrada de novas usinas em operação contribuíram para manter a bandeira verde. A bandeira tarifária está verde desde o mês passado.
Sob o sistema de bandeiras tarifárias, quando a cor adotada é amarela ou vermelha, há acréscimo nas contas dos consumidores. O sistema sinaliza um cenário de menor oferta de eletricidade - e, assim, o acréscimo na tarifa é um instrumento para tentar conter o consumo.

Polícia Federal indicia presidente do Bradesco

2010060106034     A PF indiciou o presidente do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco, e dois executivos do banco no inquérito da Operação Zelotes que investiga compra de decisões no Carf (Conselho Administrativo de Recursos Fiscais). As investigações mostraram que o grupo investigado por corromper integrantes do Carf conversou com executivos do banco a respeito de um “contrato” para anular um débito de R$ 3 bi com a Receita Federal.
A PF já havia apontado em relatório que Trabuco e os outros dois executivos da instituição financeira se encontraram com emissários da organização criminosa para discutir como seria a atuação no órgão. A PF também indiciou o auditor da Receita Federal Eduardo Cerqueira Leite, que teria articulado a reunião entre os integrantes do esquema e o comando do banco. No total, foram pedidos dez indiciamentos.
A conclusão do inquérito relativo ao Bradesco já foi encaminhado pela PF ao Ministério Público Federal, que pode ou não apresentar denúncia à Justiça Federal.
Os indiciamentos são pelos crimes de tráfico de influência, corrupção ativa e passiva, organização criminosa e lavagem de dinheiro. Trabuco foi indiciado por corrupção ativa. O Ministério Público confirmou que recebeu da PF os indiciamentos.
O Bradesco nega ter contratado serviço de lobistas no Carf e afirma que Trabuco não participou de qualquer reunião com o grupo citado.

Justiça nega pedido e operadoras de telefonia serão obrigadas a depor na CPI da Assembleia

           O Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) negou pedido de liminar formulado em mandado de segurança impetrado pelas operadoras de telefonia móvel para que seus representantes não fossem obrigados a depor na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Telefonia Móvel, instalada na Assembleia Legislativa da Paraíba para investigar os danos causados aos consumidores pelas operadoras de internet banda larga e telefonia fixa. O desembargador José Aurélio da Cruz assinou a decisão.
A ação foi formulada pelo presidente da operadora Oi, Bayard Gontijo; da Vivo, Amos Genish e da Claro, José Antônio G. Félix. O representante da Vivo já havia sido convocado para depor na CPI na segunda-feira (30), mas não compareceu e também não apresentou justificativa.
Os membros da CPI irão visitar novamente o Ministério Público Federal (MPF) e o Ministério Público da Paraíba (MPPB) para pedir apoio nas investigações. "Vamos usar as prerrogativas que nós temos, como a condução coercitiva", garantiu o presidente da CPI, deputado João Gonçalves (PDT). Está agendado para a próxima segunda-feira o depoimento do presidente da Oi Telefonia, Bayard Gontijo, na CPI.
No início da tarde desta terça-feira (31), a CPI se reuniu e deliberou sobre providências judiciais para garantir que os representantes das operadoras compareçam à Comissão e prestem depoimento.
Anteriormente, o deputado João Gonçalves afirmou que pode pedir a condução coercitiva dos presidentes das operadoras telefônicas que não atenderam a convocação da CPI.
Com Assessoria

Após denúncias, pescador é detido com drogas

Redação Tambaú 247 - Uma denúncia anônima levou a polícia até um pescador de 48 anos. Ele foi localizado na comunidade Jardim Recreio, no bairro Altiplano Cabo Branco, em João Pessoa.
A denúncia, feita através do 197 da Polícia Civil, informava que existia um ponto de venda de entorpecentes na região e que a ‘boca de fumo" era comandada por um ex-presidiário.
Durante 30 dias, os agentes da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) realizaram as investigações que culminaram na localização e prisão do suspeito.
"O alvo da ação era o filho de Josemar, mas como ele disse que o suspeito não morava com ele e assumiu que a maconha e o revólver calibre 38 que foram encontrados escondidos dentro do quarto pertenciam a ele, foi autuado por tráfico de drogas", explicou o delegado Thiago Sandes.
Em seu depoimento Josemar falou que é usuário de drogas e tentou justificar que a maconha encontrada na residência dele era para consumo. Ele também disse que o filho já cumpriu pena por tráfico de drogas.

GOE desarticula quadrilha especializada em 'saidinhas de banco' e evita nova ação criminosa

Redação Tambaú 247 - Três homens foram detidos por policiais do Grupo de Operações Especiais (GOE) na tarde desta terça-feira (31). O grupo já estava sendo monitorado pela polícia e foi detido num restaurante na cidade de Campina Grande, Agreste do Estado. Os agentes apuraram que eles planejavam roubar a quantia de R$ 3.500 de uma pessoa na cidade.
O delegado Allan Murilo Terruel informou que esta é uma das quadrilhas mais organizadas em se tratando do crime conhecido como "saidinha de banco". Lu da Torre é apontado como o chefe da associação criminosa. Já Rúbio é quem iria aos estabelecimentos bancários identificar possíveis vítimas. Por fim, Bruno Padeiro é o encarregado de agir anunciando o delito.
O trio foi levado para a sede do GOE, na Capital.

Empresário é assassinado nos Bancários; perícia encontra sacolas com dinheiro no veículo

Redação Tambaú 247 - Um homem de 72 anos foi morto no início da noite desta terça-feira (31) na Avenida Sérgio Guerra, no bairro dos Bancários, na Zona Sul de João Pessoa. Segundo a polícia, ele foi abordado por dois homens em uma moto e um deles efetuou disparos contra ele.
A vítima foi ferida por tiros na região do tórax, perdeu o controle do carro que conduzia e acabou colidindo com um poste.
A equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi até o local para realizar os primeiros socorros, mas o idoso não resistiu e morreu antes de receber atendimento.
Os acusados fugiram em uma moto de cor preta. O local foi isolado para realização da perícia e a Polícia Civil já deu início às investigações.
Os peritos encontraram uma mala dentro do veículo com uma grande quantia em dinheiro, o que reforça a hipótese de tentativa de assalto.

Preço da cesta básica em João Pessoa sobe 14,2% em cinco meses

O preço da cesta básica de João Pessoa subiu 0,61% no mês de maio e passou a custar R$ 361,01, o que representa 41,02% do salário mínimo. Com isso, o percentual acumulado no ano é de 14,24% e nos últimos 12 meses em 18,76%. O dado foi divulgado nesta terça-feira (31) pelo Instituto de Desenvolvimento Municipal e Estadual (Ideme).
A farinha de mandioca (alta de 8,49%), o arroz (5,61%), o café moído (3,37%), o feijão (3,20%), o açúcar (2,80%), a margarina (2,71%), as raízes: inhame, batata-doce e macaxeira (1,84%), carnes (0,98%) e frutas: banana e laranja (0,23%) foram os alimentos que apresentaram alta nos preços nos supermercados e feiras livres de João Pessoa no mês de maio de 2016, segundo o Ideme.

Já os alimentos que apresentaram queda nos preços, de acordo com o Ideme, foram legumes: abóbora, beterraba, batata-inglesa, cenoura e tomate (4,15%), leite pasteurizado (0,33%) e óleo de soja (0,24%). O pão francês manteve-se estável.

O Ideme destaca que o estudo do valor da cesta básica de João Pessoa estabelece 13 produtos alimentares básicos (arroz, feijão, carnes, farinha de mandioca, café, pão, leite, açúcar, margarina, óleo de soja, legumes, frutas e raízes) e suas respectivas quantidades para garantir a alimentação individual do trabalhador.

Conforme o estudo, um trabalhador que ganhou um salário mínimo de R$ 880, no mês de maio de 2016, precisou trabalhar o equivalente a 90 horas e 15 minutos para adquirir sua alimentação individual no valor de R$ 361,01, o que representa 41,02% do salário mínimo. Enquanto que uma família composta por quatro pessoas precisou dispor de R$ 1.444,04

Idoso é baleado e morto enquanto dirigia em João Pessoa

Um homem de 72 anos foi morto na noite desta terça-feira (31) após uma tentativa de assalto na Avenida Sérgio Guerra, a principal via do bairro dos Bancários, em João Pessoa. Segundo informações da polícia, ele seguia na avenida, no sentido Centro - Mangabeira, quando dois homens em uma moto pararam ao lado do veículo dele e anunciaram o assalto.
A investigação aponta que ele não parou o carro e, com isso, um dos homens atirou contra ele. O tiro atingiu a região do tórax da vítima. Ferido, ele perdeu o controle da direção e bateu em um poste. O Samu foi acionado, mas quando a equipe chegou, ele já estava morto.
Ainda de acordo com a polícia, a vítima trabalhava com jogo do bicho. Dois sacos de dinheiro foram encontrados no carro dele por peritos da Polícia Civil.
Por causa da colisão contra o poste, a Superintendência de Mobilidade Urbana (Semob) foi chamada para que agentes controlassem o trânsito.

31/05/2016 15h03 - Atualizado em 31/05/2016 15h30 Paraíba deve registrar 260 casos de câncer de boca em 2016, estima Inca

Lei Antifumo (Foto: Reprodução/TV Fronteira) A Paraíba deve registrar 260 casos de câncer de boca em 2016, de acordo com estimativa do Instituto Nacional do Câncer (Inca). Uma pesquisa do instituto indica que o tabaco é um dos principais agentes causadores da doença. O cigarro também provoca a redução do colesterol bom (HDL), aumento da acidez do estômago, acelera o envelhecimento celular e aumenta em até três vezes as chances de AVC, de acordo com o dentista Vicente Pacheco. Esta terça-feira (31) marca o Dia Mundial sem Tabaco.
Segundo Vicente, “seja sob a forma de cigarro, charuto ou o tabaco mascado, ​os usuários ​têm maiores chances de desenvolver doenças na boca e em demais partes do organismo. O uso da substância pode aumentar de 10 a 20 vezes a incidência de doenças na boca”.
Entre os problemas mais comuns apontados pelo especialista estão as doenças na gengiva e o mau hálito. Ele reforça que “o tabaco diminui a imunidade do organismo, tanto sistêmica quanto local, prejudicando a cicatrização das feridas, abrindo portas para que as bactérias oportunistas presentes na cavidade bucal se reproduzam estabelecendo vários problemas na região”.
Prevenção
De acordo com Vicente, para evitar esses problemas, o ideal seria evitar o fumo, mas, também é possível fazer o autoexame, principalmente pessoas com mais de 40 anos que ingerem bebidas alcoólicas ou fazem uso de cigarro. Em frente ao espelho, com boa iluminação, deve-se palpar e inspecionar visualmente bochecha, lábios, língua, assoalho bucal e palato. “No mais, o hábito regular de escovar os dentes, passar o fio dental, higienizar a língua, usar enxaguatórios bucais e frequentar o dentista a cada seis meses visam a prevenção do estabelecimento das doenças bucais desde as mais simples às mais complexas”, completa.

Autoescolas da PB não oferecem curso para conduzir cinquentinhas



A Paraíba não tem autoescolas que ofereçam o curso preparatório necessário para que seja retirada a chamada ACC (Autorização para Conduzir Ciclomotores), destinada a condutores das motos conhecidas como "cinquentinhas". A informação é do presidente do Sindicato dos Centros de Formação de Condutores da Paraíba (Sindecfc-PB), Claudionor Fernandes, e , segundo ele, o motivo é a falta de procura pelo serviço.
A exigência por habilitação para conduzir as "cinquentinhas"  começa a valer nesta quarta-feira (1º) em todo o Brasil. Quem descumprir cometerá infração gravíssima, com multa de R$ 574,62 (o valor é multiplicado por 3) e apreensão do veículo. Para guiar "cinquentinha" será preciso ter a ACC ou Carteira Nacional de Habilitação (CNH) na categoria A, para motos.
“Desde 2004, quando a resolução 168 do Contran [Conselho Nacional de Trânsito] entrou em vigor, não foi retirada nenhuma permissão do tipo ACC [Autorização para Conduzir Ciclomotores] na Paraíba. Nós, empresários, não podemos investir em um tipo de serviço que não tem demanda”, explicou.
Segundo Fernandes, o gasto para comprar uma cinquentinha, que seria usada no curso, é de R$ 5 mil. Para os donos de autoescola, não vale a pena investir esse valor em um serviço que não tem mercado. “Como presidente do sindicato, afirmo que vamos procurar a Justiça para não sermos obrigados a investir em uma questão que nós sabemos que não dará retorno nenhum. Essa imposição é uma questão política”, afirmou.
As taxas para condução de ciclomotores, tipo ACC, segundo informações do Departamento Estadual de Trânsito da Paraíba (Detran-PB), somam R$ 53,77. Enquanto que para a condução de motocicleta, o tipo A, as taxas somam um total de R$ 269,31.
“Os problemas são que as pessoas que possuem cinquentinhas buscam sempre a habilitação do tipo A, pois normalmente quando compram um moto com uma cilindrada maior, percebem que não compensa fazer um aditivo na habilitação ACC, pagar a mais por isso, quando podem fazer direto a do tipo A”, disse.
Para Fernandes, o problema da ACC é “estrutural”. “O governo não regulamentou a venda das cinquentinhas na década de 90 e agora estamos pagando por uma conta que não faz sentido. O próprio curso previsto para a habilitação ACC é um perigo, pois o condutor vai para rua com 20 horas-aula, enquanto da categoria A precisa de 45 horas-aula”, comentou.

Nova secretária de mulheres é evangélica e contra o aborto


Nova secretária de mulheres é evangélica e contra o abortoApresentada nesta terça-feira, 31, como a nova gestora da Secretaria de Políticas para Mulheres, a ex-deputada federal Fátima Pelaes (PMDB-AP) é evangélica e não concorda com a descriminalização do aborto. Ela já se manifestou contra o procedimento inclusive em casos de estupro, o que é permitido por lei no Brasil desde 1984.
 
Com perfil que destoa das posturas de suas antecessoras - que tinham pautas mais liberais e alinhadas às do movimento feminista - a nova secretária, socióloga e deputada federal por 20 anos, de 1991 a 2011, não levanta "bandeiras contrárias aos valores bíblicos", como o aborto e a constituição livre de família. Ela assume o cargo dias após o caso de estupro coletivo no Rio de Janeiro, que motivou protestos de mulheres em todo o País.
 
As opiniões de Pelaes não vêm desde sempre. Em entrevista à editora Casa Publicadora das Assembleias de Deus, publicada três anos atrás, ela afirma que até 2002 defendia a descriminalização do aborto e não via a família como um projeto de Deus. Depois disso, porém, "conheceu Jesus" e passou a dizer que "o direito de viver tem que ser dado para todos".
 
Em um relato proferido na Câmara durante discussão do Estatuto do Nascituro, em 2010, Pelaes contou que ela própria foi gerada a partir de um "abuso" que a mãe sofreu enquanto estava presa "por crime passional". "Hoje estou aqui podendo dizer que a vida começa na hora da concepção sim", afirmou, referindo-se ao fato de que, se sua mãe tivesse feito um aborto, "ela não estaria aqui hoje". Sobre sua mudança de posicionamento, afirmou ter sido "curada".
 
A ex-deputada, presidente do núcleo feminino do PMDB, foi escolhida pelo presidente em exercício, Michel Temer, após sugestão da bancada feminina da Câmara. Na gestão de Dilma Rousseff, a secretaria tinha status de ministério, mas atualmente está subordinada ao Ministério da Justiça e Cidadania. Derrotada nas eleições de 2014, Fátima Pelaes ficou até abril deste ano no cargo de diretora administrativa da Sudam (Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia), sendo exonerada por Dilma depois que o PMDB rompeu com o governo.
 
Dinheiro

Fátima Pelaes também esteve envolvida em um escândalo sobre desvios de dinheiro público do Ministério do Turismo, em 2011. Em depoimento à Polícia Federal, uma sócia da Conectur - empresa fantasma que, na verdade, funcionava em uma igreja evangélica - disse que a então deputada teria embolsado recursos de emendas para financiar sua campanha à reeleição. Ela nega.
 
Ela ainda não foi oficialmente nomeada, mas participou nesta terça de seu primeiro evento na gestão Temer. Ela dividiu a mesa com o presidente em exercício e com o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, em uma reunião com os secretários de segurança dos Estados e do DF para definir reforços nas medidas de combate à violência doméstica.
 

Sessão Especial homenageia os Gideões Internacionais no Brasil


A Assembleia Legislativa da Paraíba realizou, na tarde desta terça-feira (31), sessão especial para homenagear os Gideões Internacionais no Brasil. A associação criada em 1889 nos Estados Unidos, atua na Paraíba desde a década de 70, com o objetivo de divulgar o evangelho de Cristo através da entrega de bíblias.
 
O presidente da ALPB, deputado Adriano Galdino, foi o autor da propositura e afirmou que o trabalho desenvolvido pelos Gideões é enorme, com relevantes serviços prestados. Para Adriano Galdino, é graças ao trabalho realizado por esses homens que muitas pessoas passam a ter acesso à palavra de Deus.
 
“O Gideão é um cristão que pela sua tolerância, pela sua obediência e pela sua força em empregar a palavra de Cristo, se destacou e se tornou um exemplo para todos os missionários ao longo da história. Na nossa atividade política nós freqüentamos diversos lugares e o trabalho realizado por vocês principalmente junto aos presídios e hospitais é de fato transformador”, ressaltou o presidente.
 
Segundo o deputado Buba Germano, que também participou da sessão ao lado do colega Ricardo Barbosa, os homens não vão entrar na história pelos discursos e sim pelas ações. “A missão política de alguns gestores brasileiros muitas vezes não valoriza as pequenas coisas e até discrimina determinados segmentos, principalmente no campo religioso. Por isso eu gostaria deixar aqui o nosso congratulamento pelo respeito que nós temos por todos vocês”, acrescentou.
 
Sessão Especial homenageia os Gideões Internacionais no BrasilDurante a sessão, o presidente dos Gideões na Paraíba e no Rio Grande do Norte, José Arimates Oliveira, recebeu uma placa de honraria das mãos dos deputados. Arimates aproveitou a ocasião para destacar o trabalho da associação e falar das ações que vêm sendo desenvolvidas junto à sociedade.
 
A associação é formada por homens de negócios, funcionários públicos, profissionais liberais entre outras áreas. Atualmente o grupo está presente em cerca de 200 países, promovendo a distribuição de bíblias em 99 línguas diferentes.
 
Na Paraíba, só este ano já foram entregues eles 150 mil novos livros do Novo Testamento, dentro do montante de 180 milhões distribuídos em todas as regiões Brasil no decorrer desses mais de 30 anos de atuação.
 
“Nós buscamos distribuir a bíblia em locais de trânsito da vida, como colégios, hospitais, quartéis faculdades e hotéis, pois sabemos a palavra de Deus modifica histórias e restaura vidas. Por isso, agradeço essa homenagem pelos nossos 116 anos e nosso desejo é que vocês como legisladores possam fazer sempre o melhor em prol da sociedade”, destacou o presidente dos Gideões.
 
Ainda fizeram parte da mesa, o promotor de justiça José Farias de Sousa e o tenente coronel Francismar Araújo, da polícia militar. A sessão também contou com a presença de procuradores, empresários, militares, pastores e do público em geral.


Eliana Calmon recusa convite de Temer para ser ministra da Transparência


Eliana Calmon recusa convite de Temer para ser ministra da Transparência A ex-corregedora nacional de Justiça, Eliana Calmon, foi sondada para assumir o ministério da Transparência do governo interino de Michel Temer, mas não aceitou a proposta.
 
Segundo ela, nesse momento, sua personalidade forte poderia mais prejudicar o governo do que ajudar. Ela defendeu que seja escolhida para o cargo uma pessoa pessoa com mais “traquejo político”.
 
Eliana Calmon concorreu ao Senado na eleição de 2014, pelo PSB-BA, mas ficou em terceiro lugar, com 8,4% dos votos, atrás do senador eleito Oto Alencar (à época do DEM, hoje no PSD) e de Geddel Vieira Lima (PMDB).
 
Nascida em Salvador, Eliana Calmon gerou, em 2011, um mal-estar com o então presidente do Supremo Tribunal Federal Cézar Peluso por afirmar em uma entrevista que havia "bandidos escondidos atrás da toga" - à época, discutia-se a possibilidade de o STF reduzir o poder do órgão de fiscalizar atos praticados por juízes. Peluso disse que a declaração da então corregedora era "leviana".
 
Ao deixar a Corregedoria Nacional de Justiça, em setembro de 2012, a ex-ministra avaliou ter sido "duríssima" durante os dois anos em que esteve à frente do órgão.
 

Justiça nega pedido das operadoras de telefonia para que seus representantes não fossem obrigados a depor na CPI da Assembleia

joaogoncalvesO desembargador José Aurélio da Cruz, do Tribunal de Justiça da Paraíba, negou pedido de liminar formulado em mandado de segurança impetrado pelas operadoras de telefonia móvel para que seus representantes não fossem obrigados a depor na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Telefonia Móvel, instalada na Assembleia Legislativa da Paraíba para investigar os danos causados aos consumidores pelas operadoras de internet banda larga e telefonia fixa.
A ação foi formulada pelo presidente da operadora Oi, Bayard Gontijo; da Vivo, Amos Genish e da Claro, José Antônio G. Félix. O representante da Vivo já havia sido convocado para depor na CPI na segunda-feira (30), mas não compareceu e também não apresentou justificativa.
Os membros da CPI irão visitar novamente o Ministério Público Federal (MPF) e o Ministério Público da Paraíba (MPPB) para pedir apoio nas investigações. “Vamos usar as prerrogativas que nós temos, como a condução coercitiva”, garantiu o presidente da CPI, deputado João Gonçalves (PDT). Está agendado para a próxima segunda-feira o depoimento do presidente da Oi Telefonia, Bayard Gontijo, na CPI.
No início da tarde desta terça-feira (31), a CPI se reuniu e deliberou sobre providências judiciais para garantir que os representantes das operadoras compareçam à Comissão e prestem depoimento.
Anteriormente, o deputado João Gonçalves afirmou que pode pedir a condução coercitiva dos presidentes das operadoras telefônicas que não atenderam a convocação da CPI.

terça-feira, 24 de maio de 2016

Meteorologia prevê chuva para a faixa litorânea nesta terça-feira

A Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa) prevê para esta terça-feira (24) céu com muitas nuvens e chuvas para o setor leste do Estado – Agreste, Brejo e Litoral.
Já para a região do Semiárido – Cairi-Curimataú, Alto Sertão e Sertão – céu parcialmente nublado passando a nublado no decorrer do dia.
Clima-Nublado-com-chuva.png (300×225)A temperatura máxima na faixa litorânea deverá ficar em torno dos 30º C e a mínima dos 23º C. Confira como deverá ficar a temperatura nas demais regiões do Estado:
Agreste – máxima de 29º C e mínima de 21º C
Brejo – máxima de 27º C e mínima de 20º C
Cariri-Curimataú – máxima de 34º C e mínima de 20º C
Alto Sertão – máxima de 35º C e mínima de 22º C
Sertão – máxima de 36º C e mínima de 23º C
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...